quinta-feira, 9 de julho de 2009

Grátis: novo livro de Chris Anderson

FREE (full book) by Chris Anderson

Free: the future of a radical price, novo livro de Chris Anderson, autor do cultuado Cauda longa: do mercado de massa para o mercado de nicho. Fazendo jus ao título, Anderson disponibilizou gratuitamente o livro no Scrib; e ele pode ser lido aí em cima: é só clicar no botão de ampliar a tela no canto direito superior. Free examina como a tecnologia digital está mudando a vida e os negócios, através da disseminação de bens culturais que possuem um "preço radical": zero. Negócios baseados na oferta gratuita de produtos imateriais não são novos - a televisão e o radio, por exemplo, há algumas décadas já entretêm espectadores e ouvintes gratuitamente em troca da atenção deles. Mas hoje em dia há certamente bem mais coisas gratuitas sendo oferecidas do que aquilo que o modelo massivo de distrubuição sempre nos ofereceu. Anderson disseca a revolução provocada por essa troca gratuita de coisas nas redes de parceria (p2p), que a velha indústria cultural chama de "pirataria". A conclusão que o leitor chega ao término do livro é que a expansão da troca gratuita de bens culturais faz do mundo um lugar melhor. Mesmo que mate velhos negócios como a indústria de entretenimento e as corporações de jornalismo, no final os consumidores saem beneficiados. E como não cansa de repetir o velho mantra criado por essa mesma indústria que agora agoniza: o consumidor sempre tem razão!


2 comentários:

Meira da Rocha disse...

Bad donuts for us! Fui tentar baixar, e o Scribed diz " Sorry, this content is geographically restricted. Due to our agreements with our publishing partners, the document you requested is only available to users located in the United States."

Não tão Free...

Júlio Valentim disse...

Pois é, além de não dar pra fazer o download, agora eles restrigiram o acesso de quem mora no Brasil. Eles rastreiam pelo IP e nem ler online dá mais. Mas dá pra ler aqui pelo blog, pois copiei o código antes deles proibirem o acesso. Quem quiser copiar o código agora daqui do Brasil, para postar em algum lugar, não consegue.